Sexo Oral

Expert no prazer

17613-sexy-woman-in-cowboy-hat-pv

Olá, eu sou Natasha e quero mergulhar nos seus pensamentos mais íntimos. Quero que você se sinta o personagem principal de meus contos. Imagine-se na trama central e deixe seus pensamentos fluírem comigo, te instigando aos momentos mais incríveis e prazerosos.

Minha segunda aventura sexual foi ainda mais instigante e intensa quanto minha primeira vez. Percebi que o corpo masculino é cheio de reações instintivas.

Meu namorado arde de prazer quando, por exemplo, estou chupando seu pau, e fico com minhas pequenas e delicadas mãos alisando toda a base, descendo e subindo com a língua entre seu anus e seu pênis. Ele simplesmente geme de tanto prazer, segura forte nos meus cabelos e ali eu percebo que ele é meu. Naquele momento único nada existe entre nós e o prazer.

Naquela manhã de segunda feira, cheguei a sua casa mais cedo como de costume. Eu já conhecia as dependências de residência e fui direto ao seu quarto. Ele estava no banho. Tirei meus shorts jeans e fiquei esperando em sua cama de camisa regata e calcinha. Ele entrou no quarto de toalha de banho. Não esperava que eu estivesse ali. Deu aquele sorriso maroto, o rosto ainda úmido da água do banho, passou as mãos grandes e finas pelos cabelos molhados, deixou a toalha cair e me abraçou,  no mesmo instante, senti a rigidez de seu pau nas minhas coxas, enquanto suas mãos másculas descobriam meu corpo quase nu. Ele tentou tirar minha regata e eu não deixei. Acho que o sexo é mais instigante quando ainda existe o mistério do corpo um pouco coberto. Por cima de minha blusa ele acariciava meus seios e apertava o bico de meu peito, enquanto minhas mãos desciam de sua nuca, para seu peito definido, sua barriga perfeita e aquele pau maravilhoso, duro e úmido pela água do banho e pelo prazer que iria começar.

Ele colocou a mão por baixo de minha calcinha branca de renda, minha buceta estava melada de tesão, senti seus dedos acariciando, procurando, massageando meu prazer, ficamos nos acariciando, nos provocando, enquanto eu mordiscava seus lábios e sua língua, minhas mãos estavam no vaivém excitante daquele pau duro e todo molhado de desejo, seus dedos massageavam minha buceta num frenesi louco, finalmente ele encontrou meu ponto G, e enquanto eu gemia num gozo absoluto mordia e chupava seus lábios, tentando gemer baixo. Quando senti os espasmos do gozo passar, desci a língua pelo seu pescoço, por seu peito, sua barriga e finalmente encontrei minha boca em seu pau. Engoli com ansiedade aquele pau que era meu dono. Ele ainda acariciava meus peitos e gemia de prazer com os olhos fechados. Às vezes puxava meus cabelos em rabo de cavalo e me encarava com seu rosto retorcido de prazer. Senti quando seu pau se preparou para o primeiro jato de gozo, abri minha boca, levantei meus olhos, encarei aquele rosto lindo gemendo enquanto enchia minha boca e lambuzava meu delicado rosto com uma porra deliciosa. Quando lambi até a última gota da cabeça de seu pau, subi lambendo seu corpo, até chegar a sua boca, num beijo com gosto e cheiro de sexo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s